“Nojeirinhas gostosas” que só os casais mais íntimos fazem por amor -

“Nojeirinhas gostosas” que só os casais mais íntimos fazem por amor


Que o amor é lindo, todo mundo já sabe. Mas que ele também é “porco” poucos admitem. O nível de intimidade de um casal é mensurado por quantas nojeirinhas eles já fizeram ou fazem entre si.

Isto acontece porquê só nos sentimos realmente confortáveis em sermos quem realmente somos, após ter atingido um status de intimidade muito grande, no qual não sentimos vergonha de realizar algumas “porqueirinhas” na frente um do outro.

Relembre quantas dessas você e seu amor já vivenciaram e descubra se já estão num nível realmente elevado de proximidade.

Foto: Reprodução

Conferir se tem meleca no nariz (seu ou do outro)

É muito comum quando um dos dois é mais baixo. Estando abraçados, quando o menor olha para cima, não consegue se conter e acaba checando as “ventosas” do ser amado. Se ele estiver com o “salão” sujo, é rapidamente avisado, com uma zoeira “grátis” de acompanhamento.

Uma variável é quando alguém sente que tem algo incomodando e taca-lhe o dedo para retirar, dá uma olhada e depois limpa num lugar qualquer.

Cheirar o “suvaco” do outro pra ver se tá na hora do banho

Foto: Reprodução

Não encontrando meios de como arrastar seu amor para o banheiro, uma boa alternativa é cheirá-lo e culpar o “desodorante vencido” para tal atividade. Tendo grandes chances de se deparar com um fedor desagradável, os mais apaixonados garantem até gostar dos aromas “naturais” de seus pares.

Tirar remela do olho alheio

Depois de uma longa noite de sono, pode ser que um dos dois amanheça com remelas nos olhos. Considerado uma das maiores porquices que um ser humano pode fazer pelo o outro, muitos não se incomodam em usar as próprias mãos para limpar o rostinho de seus “bebês”. Outros, inclusive lambem o dedo antes para umedecer e retirar mais facilmente a sujeira.

Pedir para que analise seu cocô ou xixi

Que a maioria não se incomoda em compartilhar o banheiro enquanto faz suas necessidades fisiológicas, isso já tá aceito pela sociedade. Mas pedir que seu amor olhe e descreva o que acha sobre suas “obras de arte”, aí já é demais. Não existem limites nessa relação.

Gostar de cheirar o pum do “mozão”

Foto: Reprodução

Você até que tenta ficar bravo(a) quando seu par inventa de soltar alguns gases mal-cheirosos na sua companhia. Mas conte a verdade! Você respira lentamente só pra sentir o cheirinho de amor vindo dos confins das entranhas de seu par “perfeito”.


Like it? Share with your friends!

0

log in

reset password

Back to
log in
error: Content is protected !!