Em carta, vizinho pede a jovem para deixar de usar “roupas vulgares” Veja as fotos


Uma menina de 22 anos recebeu uma carta anônima escrita por “uma pessoa com família” pedindo que ela deixasse de usar “roupas comuns” em seu apartamento em Maringá, 428 quilômetros a oeste de Curitiba, Paraná. “

Na sexta-feira (7/5), o bilhete foi deixado na porta de Ana Paula Benatti (destaque). A jovem compartilhou o conteúdo da carta nas redes sociais.

“Não sei de onde veio, mais [sic] aqui mora gente de família. Então, por favor, dá-se [sic] o respeito, porque eu, como homem e pai de família, fiquei com vergonha de estar com minha filha e a senhora quase nua lá fora”, prossegue.

Por fim, o “pai de família” avisa que, se Ana Paula não mudar o jeito de se portar, ele irá conversar com a dona do apartamento.

Veja a carta:

Ao compartilhar o bilhete, a jovem disse se tratar de assédio e injúria. “Crimes morais. Estou totalmente abalada com o ocorrido. Tomarei as providências cabíveis”, assinalou.

De acordo com o portal Uol Notícias, o fato foi relatado pela Polícia Civil do Estado do Paraná (PCPR) em boletim de ocorrência nesta terça-feira (05/11). A jovem disse que não sabia que roupa o homem estava usando, mas disse que era uma camisa curta. Ele disse a Uol: “Não importa as roupas que eu visto, devo respeitar.”


Like it? Share with your friends!

0

log in

reset password

Back to
log in
error: Content is protected !!